New Prison Design [International Competition]

[New Prison Design] Autores: Leandro De Martino, Gabriel Martins e Rafael Mattos

Conte longitudinal (longitudinal section)

Estruturas decompostas. Bloco Prisional (esquerda) e bloco Administrativo (direita).

Decomposed structures: Prison block (left) and Administration block (right)

O bloco prisional se constitui de um caminho em espiral ascendente rodeado pelas celas, que parte do piso térreo e em 4 voltas alcança seu raio máximo de 38 metros. Durante o percurso são arranjados os diferentes tipos de cárcere - partindo do mais comum, na base, às salas de detenção, no trecho mais alto; isolada das demais. No centro deste volume se pendura a cela de segurança e a torre de monitoramento, posicionando-se de forma que seja sempre possível a visualização de todas as unidades, inclusive as dos níveis inferior, em razão da cobertura em forma de ‘V’.

Como conexão entre os dois blocos - e em uma análise mais profunda; a transição entre o estado “preso” e o estado “livre” do homem - temos uma terceira plataforma, uma espécie de massa verde flutuante, uma praça repleta de árvores frutíferas.

Description

Como fornecer uma arquitetura que deve, ao mesmo tempo, trazer qualidade e conforto e privar de liberdades, sem isolar um indivíduo? Como pode a arquitetura servir como catalizador de uma transformação, um meio para a busca pelo equilíbrio?

Um ambiente controlado. Separado do resto do mundo o suficiente para que entre eles não haja contato, mas não o bastante para romper com a realidade que os liga. Em um percurso análogo com a vida em sociedade na civilização moderna, o indivíduo condenado precisa quitar seus débitos com seus semelhantes e se re-educar para encaixar-se novamente nos mecanismos que possibilitam o convívio da humanidade, tendo sempre como horizonte a parte de sua liberdade que lhe foi privada como preço para o cumprimento da sentença.

Arranjado em três blocos – administrativo, prisional e transição – o Conjunto Prisional do Pacífico se inspira numa análise da vida humana, relacionando os ciclos de repetição e evolução que constituem o aprendizado e a melhoria dos indivíduos.


How to develop an architecture that should, at the same time, bring quality and comfort to an environment and to deprive from liberties, without isolating an individual? How can Architecture serve as a catalyzer of a transformation, a way to seek balance?

A controlled environment. Apart from the rest of the world just so to cut off physical contact, but not enough to break with it bounding reality. In an path analogue with modern society life, the condemned must pay its debts with the community and re-educate himself to fit again into the clockwork that moves the humanity coexistence – having always in the horizon the part of his freedom that was taken from him as the price for his crimes.

Arranged in three blocks – administrative, prisional and transition – the Pacific Prison Complex inspires from an analyze of human life, relating repeating cycles and evolution that constitute learning and enhancement of individuals.

For

Leandro De Martino, Gabriel Martins e Rafael Mattos

Date

2012/ 2013

Type

Competição, projeto, Competition